Monday, December 12, 2011

Run, run, as fast as you can... Gingerbread man

O facto dos filhos estudarem numa escola inglesa faz com que os pedidos de doces de Natal sejam diferentes do que para mim são doces de Natal, se bem que hoje em dia estes biscoitos também já comecem a fazer parte da tradição dos portugueses.
Costumo fazer esta receita, mas queria variar e aventurei-me com outra receita que não recomendo pois a massa é demasiado mole e torna-se complicado moldar os bonecos.
Mesmo assim consegui os bonequitos abaixo que distribui no escritório...


Posted by Picasa


Voltei a fazer, porque os filhotes assim exigiram, mas desta vez regressei à minha receita favorita que deixo novamente aqui, desta vez com os pesos dos ingredientes pois pode ajudar.


Gingerbread Men da Cinara


Ingredientes:
3/4 xícara de açúcar mascavo (135 g)
1/2 xícara de margarina amolecida (115 g)
2 ovos
1/4 xícara de melado de cana (85 g)
3 1/4 xícaras de farinha de trigo (450 g)
2 colheres (chá) de gengibre em pó
1 1/2 colher (chá) de bicarbonato
1/2 colher (chá) de canela em pó
1/2 colher (chá) de noz-moscada
1/2 colher (chá) de sal

Preparação:
Bata o açúcar e a margarina na batedeira até misturar bem.
Adicione os ovos e o melado, em seguida os demais ingredientes (a farinha por último).
Cubra e leve à geladeira por 1 hora.
Abra a massa com o rolo em uma superfície bem enfarinhada, na espessura de 1/2 cm.
Corte nos formatos que desejar, coloque em assadeira untada e leve ao forno pré-aquecido (180° C, médio-baixo) por 8 minutos ou até dourar.
Deixe arrefecer na grade.
Decore com glacê colorido (depois de frio) e deixe secar bem antes de guardar.

Rende 6 dúzias de cookies (desta vez não contei...)


Glacê Colorido para Decorar: (usei royal icing, receita da Wilton)
3/4 xícara de açúcar de confeiteiro
4 colheres (sopa) de leite
Corante alimentício nas cores desejadas

Peneire o açúcar de confeiteiro e depois adicione o leite aos poucos, até obter a consistência desejada para decorar os cookies.
Divida em recipientes individuais para acrescentar corantes de cores diferentes, adicionando aos poucos até obter a cor desejada.
Coloque em um saco de confeitar para decorar os cookies. Ela usou (e eu também) saquinhos de plástico comum, e cortou uma das pontas para usar como um saco de confeitar pequenininho! Acho que fica mais fácil de manusear...



Posted by Picasa




E como é muito provável que não tenha muito tempo para passar por aqui nos próximos tempos deixo já os votos de boas festas para todos e relembro das receitas de Natal já publicadas!
Boas festas!



Friday, December 09, 2011

Cookies Trufados

A minha filha adora bolachas com chocolate e eu gosto de lhe fazer a vontade e, quando vi esta bela receita, não resisti a experimentar. Levei metade para um jantar em casa de amigos e eles adoraram.


Cookies Trufados



Ingredientes:
200 gr de açúcar
200 gr de farinha de trigo com fermento
6 colheres de sopa de cacau em pó
50 gr de manteiga picada
2 ovos levemente batidos
1 colher de chá de essência de baunilha
Uma pitada de sal
Açúcar em pó para enrolar e polvilhar

Preparação:
Forre um tabuleiro grande com papel vegetal e unte-o com margarina (usei uma "folha" de silicone).
Bata na batedeira com os ganchos (espirais) o açúcar, a farinha de trigo, o cacau, o sal e a manteiga.
Junte os ovos e bata mais um pouco.
Leve ao frigorífico por 30 minutos ou até mais... (não levei... não tinha tempo e a massa trabalhava-ze bem)
Pré-aqueça o forno a 180°C.
Forme bolinhas do tamanho aproximado de uma noz, passe no açúcar em pó e molde-as. Distribua-as no tabuleiro, deixando espaço entre elas.

Leve ao forno por +/- 10/12 minutos, ou até ficarem cozidas (espete 1 palito, se sair seco) estão prontos.
Retire-os e deixe-os esfriar.

Wednesday, December 07, 2011

Sopa Aveludada de Couve Flor

A sopa nunca falta aqui em casa. Eu adoro, o papá nem por isso e os filhos, com os seus gostos diversificados comem e gostam mais de umas do que de outras.
Mal vi esta sopa decidi experimentar. O resultado: o filho não gosta muito, a filha e eu gostámos e o marido comeu mas não comentou.

Sopa Aveludada de Couve Flor

Ingredientes:
1 couve-flor
2 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena, cortada
2 dentes de alho, picados
¼ l de caldo de galinha (usei água)
½ copo de queijo Parmesão ralado
Sal e pimenta preta moída na hora

Preparação:
Retire as folhas e o tronco grosso da couve-flor, corte em pedaços e reserve.
Aqueça o azeite, junte a cebola e o alho e cozinhe até ficar macio, durante uns 5 minutos, sem deixar alourar.
Acrescente a couve flor e o caldo de galinha e deixe ferver.
Reduza o fogo, tape e deixe cozinhar até a couve estar macia, uns 15 minutos.
Retire do fogo e reduza a puré (atenção pois se tiver muito caldo convém retirar algum para evitar que a sopa fique demasiado líquida).
Acrescente o queijo Parmesão e misture bem.

Tempere a gosto com sal e pimenta.
Sirva.

Tuesday, December 06, 2011

Risotto al Funghi

Há uma coisa que os filhos adoram (sim, os dois!) que é risotto.
Costumamos comer num restaurante italiano e todos adoram.
Quando faço em casa, os filhos gostam mas o pai não pois diz que não é igual ao outro e realmente não é... falta qualquer coisa para ficar mais cremoso, mas um dia chego lá.
Esta receita vinha na caixa de arroz arbório que comprei.

Risotto al Funghi

Ingredientes para 4 doses:
250g de arroz arbório
½ cebola, picada
50 g de manteiga
½  copo de vinho
1 a 2 l de caldo
200 g de cogumelos partidos
50 g de queijo parmegiano, ralado
Sal
Açafrão (a gosto)

Preparação:
Derreta 25 g de manteiga num tacho.
Quando a manteiga estiver derretida, junte o aroz e deixe alourar ligeiramente.

Adicione o vinho e deixe evaporar completamente.
Vá adicionando o caldo, uma concha de cada vez, mexendo sempre.
Noutro tacho, derreta a restante manteiga e cozinhe a cebola até que fique transparente.

Junte os cogumelos e deixe cozer uns 10 a 15 minutos.

Como usei cogumelos secos, deixei-os de molho em água quente cerca de 30 minutos, depois de os ter lavado e usei parte da água em vez de caldo para acrescentar ao risoto.
A meio da cozedura do risoto, tempere com sal, o açafrão (se usar – não usei) e os cogumelos.
Termine polvilhando com o queijo parmegiano.

Monday, December 05, 2011

Lombo de Porco com Especiarias

Porc é uma carne que comemos muitas vezes cá em casa, embora nem todos gostem do mesmo.
A única que reúne consenso são os grelhados!
Mas desta vez fiz um Lombo de Porco com Especiarias de que o filho gostou, mas a filha detestou pois não é grande apreciadora de sabores fortes.
Mais uma receita deste canto que tem tantas delícias e que fiz sem alterações.


Lombo de Porco com Especiarias


Ingredientes
1, 3 kg de lombo de porco
1 colher de sobremesa de tomilho seco
1 colher de sobremesa de alho em pó
1 colher de sobremesa de sálvia em pó
1 colher de sobremesa mal cheia de colorau
1 colher de sobremesa mal cheia de cominhos em pó
Sal

Pimenta de moinho
Azeite
1 dl de vinho branco
2 dl de caldo de carne
(não usei)
8 a 10 cebolas pequenas
2 a 3 tomates maduros limpos de peles e sem sementes

Preparação:
Misture as especiarias, o sal e a pimenta numa taça com 3 colheres de sobremesa de azeite.
Barre a carne com a mistura de especiarias.
Coloque a carne num tabuleiro juntamente com as cebolas e os tomates cortados em pedaços. 

Regue com o caldo de carne (não usei), o vinho branco e azeite quanto baste.
Leve a assar em forno previamente aquecido. 

Regue a carne de vez em quando com o molho do próprio assado. 
A meio do assado vire a carne.
Se começar a ficar demasiado seco junte um pouco de água.
Servi com arroz integral e salada

Friday, December 02, 2011

Pastéis de Nata

Na semana passada fui jantar a casa de uns amigos e decidi levar a sobremesa.
Como nunca tinha feito pastéis de nata resolvi experimentar.
A receita é boa, mais fácil de fazer do que eu pensava, mas o sabor não é bem o dos pastéis de nata, embora também sejam muito saborosos.
Mas agora que já experimentei fazer uma vez, vou voltar a experimentar, com outra receita para ver se fica mais parecido com o sabor que me lembro do nosso pastel de nata.


Pastéis de Nata


Ingredientes:
Massa folhada (375 g)
1 l de leite
8 gemas
300 g de açúcar
100 g de farinha de trigo ou Maizena (usei Maizena)
Casca de meio limão
1 pau de canela

Preparação:

Unte as formas com manteiga e forre com massa folhada.


Numa panela coloque o leite a ferver com a casca de limão e o pau de canela.


Noutro recipiente, coloque a farinha e o açúcar e misture.

Quando o leite ferver, tire a casca de limão e o pau de canela e deite sobre a farinha e o açúcar
(usei o passador para que a nata ficasse retida).
Misture bem e leve de novo ao lume, acrescente as gemas e mexxa bem até engrossar ligeiramente.
Retire do lume e encha as formas (usei o passador para evitar eventuais grumos).


Leve a forno previamente aquecido a 250ºC.
Deixe cozer até dourar por cima (mais ou menos 10 a 15 minutos).



Thursday, December 01, 2011

Iscas com Elas

O meu filho adora fígado.
Estranho, não pois a maioria das pessoas, mesmo adultas, detesta!
Num destes dias recordou-me que há imenso tempo que não comia.
Normalmente comia fígado de frango na canja, mas desta vez decidi experimentar fígado de porco e ele adorou!
A receita é a tradicional do livro - Cozinha Tradicinal Portuguesa Editorial Verbo mas não teve grande sucesso sem ser com o filho.
A filha e o pai nem quiseram provar! Eu provei e gostei.
Ah, e esqueci-me de tirar fotos depois de feito, por isso quando fizer novamente, adiciono as fotos.


Iscas com Elas
Ingredientes:
500 g de fígado de porco
3 colheres de sopa de banha
4 dentes de alho
1 folha de louro
Salsa
1,5 dl de vinho branco
1 colher de sopa de vinagre
Sal
Pimenta
Batatas


Preparação:
Corta-se o fígado em fatias finas (iscas).
Põe-se a marinar com o vinho branco, o vinagre, os alhos cortados às rodelas, o louro, o sal e pimenta. 
Deixa-se ficar de um dia para o outro ou, na impossibilidade, durante algum tempo, mas nunca menos que meia hora. 
Alouram-se as fatias de fígado na banha bem quente. 
Regam-se com a marinada, deixam-se cozer e servem-se acompanhadas com batatas cozidas com a pele e depois peladas e cortadas às rodelas.
Polvilha-se com salsa picada.

Wednesday, November 30, 2011

Iogurte com Doce de Figo

Adoro figos frescos e adoro doce de figos.
Num destes dias, encontrei no supermercado um frasco de doce de figos e levei-o comigo, mas era enorme e comecei a ficar cansada de o ver no frigorifico.
Num dos dias que fiz iogurtes lembrei-me de juntar o doce de figo ao iogurte.
Ficou muito saboroso!

Iogurte com Doce de Figo 

Ingredientes:
800 ml de leite (uso Mimosa meio-gordo)
1 copo de iogurte (dos da iogurteira) de iogurte natural sólido (de compra)
Doce de figo q.b.

Preparação:
Misture bem o leite com o iogurte natural.
Coloque doce de figo a gosto nos copos de iogurte.
Despeje a mistura de iogurte com leite por cima.

Coloque os iogurtes na iogurteira por 10 horas.
Retire os iogurtes, deixe arrefecer, tape e guarde no frigorifico.
Depois delicie-se!

Tuesday, November 29, 2011

Filetes com Crosta de Lemon-pepper

A minha filha adora peixe!
Descobrimos este peixe num buffet num hotel aqui em Macau e ela comeu tanto que o pai perguntou ao cozinheiro qual era o peixe. Ele disse-lhe o nome em chinês e num destes dias descobrimos o peixe no supermercado (pangasius, em inglês). 
Trouxe o peixe para casa e resolvi prepará-lo de um modo muito simples, que descobri aqui e onde podem ir ver as fotos passo a passo.
Ela adorou e comeu imenso. O irmão detesta este peixe (e quase todos os outros peixes...).
Mas, simples como é, ficou bastante saboroso.

Filetes com Crosta de Lemon-pepper

Ingredientes:
Filetes de peixe
Lemon-pepper
Sumo de limão
Sal
Azeite

Preparação:
Tempere os filetes com sal e sumo de limão e cubra um dos lados do peixe com o lemon-pepper.
Numa frigideira aquecida, acrescente um fio de azeite e disponha os filetes com a parte da crosta (lemon-pepper) virada para baixo, deixe dourar e vire para dourar do outro lado.

Servi apenas com brocolos e arroz branco


Monday, November 28, 2011

Tarte de Carne e Alho Francês

Sobrou bastante carne assada e decidi fazer uma tarte com a carne e alho francês para dar uma "cara nova" à carne e assim é um prato novo e não restos.
Ficou saborosa para quem aprecie alho francês pois o marido queixou-se do sabor forte a alho francês (ele até disse que sabia muito a cebola :-P).


Tarte de Carne e Alho Francês



Ingredientes:
1 embalagem de massa folhada
Restos de carne assada desfiada
1 colher de sopa de azeite
3 - 4 alhos franceses
4 ovos
200 ml de natas ou iogurte naural (usei natas)
200 g de queijo flamengo

Preparação: 
Unte a tarteira com manteiga e forre com a massa folhada.
Faça furos no fundo da massa com um garfo.
Lave o alho francês e corte em rodelas finas.
Leve o azeite ao lume e,, quando estiver quente, adicione o alho francês.
Deixe cozinhar durante uns 3 minutos, tape e deixe cozinhar em lume brando até ficar macio.
Retire do lume, adicione a carne assada desfiada e envolva bem (adidionei também as cenouras que sobraram do assado).
Numa outra tigela, bata ligeiramente os ovos com as natas (ou iogurte) e adicione o queijo em cubos.
Misture com o alho francês e a carne.
Despeje sobre a massa folhada e alise a superfície.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 30 a 40 minutos ou até a massa folhada estar cozida e dourada.
Deixe arrefecer ligeiramente antes de desenformar para firmar o recheio.


Friday, November 25, 2011

Bolo de Dióspiros e Nozes com Alfarroba

É altura de dióspios e eu adoro dióspiros.
Sou a única cá em casa e compro sempre mais do que o que consigo comer.
Antes que se estragassem e fossem parar ao lixo decidi fazer um bolo.
Encontrei esta receita, fiz algumas alterações e ficou muito bom!


Bolo de Dióspiros e Nozes com Alfarroba
Ingredientes:
4 diospiros maduros (os meus pesavam 280g)

250 g de açúcar (usei 170g)
1 ovo
2 colheres de sopa manteiga
300 g de farinha
(usei 50g de farinha de alfarroba + 50g de farinha custard + 120g de farinha integral + 80g de farinha de trigo)
100 g de nozes picadas (só tinha 50g)
2 colheres de chá de fermento em pó (usei 1 de fermento e 1 de bicarbonato de soda)
Raspa de meia laranja (usei limão)
1 colher de chá de canela
Meia colher de café de sal

Preparação:
Descasque os dióspiros e reserve a polpa.

Bata a gema com o açúcar e a manteiga derretida mas arrefecida.
Junte a canela, a raspa da laranja, o sal, a polpa dos dióspiros e mexa bem.
Junte a farinha peneirada, o fermento em pó e as nozes. 
Bata a clara em castelo e envolva no preparado anterior.
Unte a forma e despeje a massa.



Leve ao forno a 180ºC, durante 50 minutos, ou até estar cozido.

Thursday, November 24, 2011

Pá de Porco no Forno em Câmara Lenta

Depois de ver tantas receitas de pá de porco com osso no forno, todas com um aspecto delicioso, deparei-me com esta no dia em que ia ao mercado. Claro que vim de lá com um belo pedaço de pá de porco com osso para fazer a receitinha.
Tal como ela diz a carne fica mesmo muito tenra e macia, e separa-se do osso muito facilmente, quase sem ser necessário cortá-la.
Fica muito tempo no forno mas não dá quase trabalho pois basta ir regando de vez em quando.

Pá de Porco no Forno em Câmara Lenta
Ingredientes:
1,7 kg de pá de porco com osso
1 colher de sopa de açúcar amarelo
2 colheres de chá de cominhos
2 colheres de chá paprika
1 colher de sopa de sal
1 colher de chá de pimenta
1 colher de sopa + 1 colher de sopa de azeite
2 cebolas
3 cenouras
4 dentes de alho
400g de tomate
1 cerveja
Batatas

Preparação:
Faça uma pasta com o açúcar, os cominhos, a paprika, o sal, a pimenta e 1 colher de sopa de azeite.
Barre a carne com esta pasta e deixe tomar gosto durante 30 minutos.
Aqueça o restante azeite e sele a carne, deixando-a em lume médio-alto 3 minutos de cada lado.
Retire a carne e coloque-a num tabuleiro ou num recipiente com tampa que possa ir ao forno.
Na mesma gordura, adicione as cebolas em gomos, as cenouras em tiras largas, os alhos inteiros, o tomate em pedaços e a cerveja e deixe levantar fervura.
Adicione os vegetais à carne, tape (se usar um tabuleiro, como eu, pode tapar com papel de alumínio) e leve ao forno baixo, entre 150 e os 160ºC, durante 4 horas.
Regue a carne de hora a hora com o próprio molho.
Quando faltar uma hora, acrescente as batatas cortadas em pedaços.


Wednesday, November 23, 2011

Sopa de Feijão Branco com Couve

Há sempre sopa aqui em casa embora muitas vezes seja difícil conciliar os gostos de toda a gente.
Para variar esta sopa não foi excepção e a filha não gostou, ao contrário do irmão que adora sopas com feijão.
Encontrei aqui a receita adaptada do livro Better Homes and Gardens Big Bok of Italian Cooking e não mudei muito.
Fica uma sopa deliciosa, boa para o tempo mais fresco.

Sopa de Feijão Branco com Couve
Ingredientes:
1 colher de sopa de óleo (usei azeite)
1 cebola média, picada
2 dentes de alho, picados
1/2 colher de chá de manjericão seco
1/2 colher de chá de oregãos secos
Uma pitada de pimenta vermelha, esmagada
6 cubos de caldo de frango (não usei)
4 copos de água
2 latas de feijão manteiga, escorridos e lavados
1 lata de tomate, com o liquido (usei 4 tomates grandes, frescos, cortados em pedaços, sem pele nem grainhas)
4 copos de hortaliça, cortada (usei pak choi)

Preparação:
Aloure a cebola no óleo.
Junte o alho, as ervas secas e a pimenta e salteie mais um pouco.
Acrescente o caldo de frango (se usar), a água e os tomates.
Deixe em fogo médio-alto até ferver.
Reduza para lume brando e acrescente o feijão.
Deixe cozinhar durante 5 minutos.
Adicione a couve e deixe ferver mais 5 minutos.
Tempere com sal (se usar caldo de frango provavelmente não é necessário pois este já tem sal).